Festa Cultural Calavera Colorida

No dia 1º de novembro a Escola Upiá promoveu a Festa Cultural Calavera Colorida, um momento com brincadeiras, exposições artísticas, símbolos e mensagens em alusão às datas comemorativas desta semana, como o Dia das Bruxas, Halloween, Dia do Saci e o feriado nacional do Dia de Finados.

A equipe da escola decorou o pátio com enfeites coloridos e símbolos culturais do Día de los Muertos, celebrado em vários países da América Latina, sendo conhecida popularmente a tradição mexicana. O pátio estava colorido com as calaveras ou calacas e catrinas, que representam as pessoas que já morreram e vêm de visita para passar o dia com quem as recorda, e logo no início da Festa Cultural a própria Calavera Colorida tomou corpo e levantou de sua tumba para brincar e aproveitar a festa.

No corredor lateral do pátio estava o Altar da Ancestralidade. Esta adaptação do altar de muertos convidou os visitantes a pendurarem uma estrela em agradecimento aos nossos ancestrais pela cultura que herdamos. Os altares são tradicionalmente enfeitados com fotos, comidas e objetos representativos para que os antepassados desfrutem o dia de visita. Durante as visitas ao Altar da Ancestralidade, ouvimos conversas entre pais e filhos sobre detalhes do altar, os esqueletos (Catrinas), as bonecas ancestrais andinas e o sentido de tudo aquilo. Na parede ao lado estava o modo de usar o Altar da Ancestralidade no contexto do nosso evento para aqueles que quisessem puxar a conversa: “o sentido é você que dá”.

A Festa Cultural Calavera Colorida foi também uma galeria ao ar livre. A exposição fotográfica Arte é herança cultural, da fotógrafa e estagiária da Escola Upiá Nathália Gotardo, foi montada em um painel no pátio e mostrou momentos de concentração e arte com tintas, argila, giz de cera e lápis de cor de todas as crianças da Escola Upiá. As fotos estão fantásticas, as crianças adoraram encontrar seus retratos e os dos amigos. Com a temática da Calavera Colorida, a escola mostrou também as pinturas de calaveras da artista Candy Mayer (reprodução).

Um painel de fotos e informações sobre morcegos e corujas foi motivado pelo Dia das Bruxas e Halloween, celebrados no dia 31 de outubro. Estes animais são associados às bruxas e como por aqui gostamos muito de falar sobre bichos e natureza, e as mães coruja e morcego ganharam espaço na nossa festa.

As festas das bruxas se tornaram populares, apesar do pouco significado das tradições, das bruxas e dos e símbolos associados no Brasil. Graças ao Halloween, tivemos pela escola borboletas, bruxas, fadas, heróis, um simpático lobo e a chapeuzinho que são amigos de verdade e até um esportista dos anos 80. As pinturas faciais deram o toque final para liberar a imaginação das crianças e animar a brincadeira. No dia 31 é celebrado o Dia do Saci, que foi tema de atividades durante a semana e esteve presente nas travessuras e em um desenho em giz na parede. Os sentimentos como o medo também foram tema de atividades e conversas com as crianças desde a semana anterior à festa, tendo em vista os sustos que alguns disfarces de Halloween provocam nesta época do ano.

As crianças aproveitaram a festa e os adultos também. Além do bolo, frutas no palito e água saborizada que estavam deliciosos, o final de tarde de sol colaboraram para um agradável momento de confraternização da nossa comunidade escolar.

Confira algumas fotos da Festa Cultural Calavera Colorida.

envolvimento da cabeça aos pés

quinta na escola

é oficina com a Gabi

expressão corporal e é

total o envolvimento

maravilha de momento

o movimento sai

pelas mãos

pela cabeça

pelo dedo do pé

o corpo fala e na boca

o sorriso

 

A Oficina de Expressão Corporal acontece às quintas-feiras na Escola Upiá e é desenvolvida pela dançaterapeuta Gabriella Ferreira. A Gabi se inspira no método Maria Fux para elaborar as atividades que desenvolve com as crianças de todas as turmas. As crianças são espontâneas e se divertem com as brincadeiras e movimentos propostos e que surgem durante a oficina.

São belos momentos de dança, afeto e de uma paz incrível. As fotos da nossa estagiária Nathália Gotardo mostram um pouco dos momentos coloridos e alegres com a nossa nova oficineira.

 

Dance como a Maria Fux

com chuva ou com sol
com luz branca ou colorida
como uma árvore ou como um passarinho
com música ou só com o coração
podemos dançar!
 
Descobrimos os ensinamentos da maravilhosa bailarina e professora argentina Maria Fux através da professora Gabriella Ferreira, nova colaboradora da Escola Upiá.
A Oficina de Expressão Corporal em todas as turmas e turnos será às quintas-feiras. Semana que vem tem mais!
OficinaExpressaoCorporalUpia

Baile de carnaval da Upiá

Abre-alas, Upiá! Estamos na área!
O ano letivo de 2017 começou ao som de samba. Na quinta-feira, dia 02/03, nossa escola organizou um baile de carnaval animadíssimo. Os pequenos dançaram e se divertiram cada um com sua fantasia singular.
A escola esteve aberta para a participação dos pais e familiares. Nossa nutricionista Luciene Crizel preparou uma água fresca com carambolas, laranjas, limão e anis estrelado. Nossa equipe fez uma mesa com frutas no palito, pão fresquinho e pasta de cenoura.
Nosso baile foi divertido! Além da alegria das crianças, nosso pequeno grande evento não gerou resíduos de plástico como copos, colheres ou canudos. Só gerou muitos sorrisos e milhares de confetes pelo chão.
Confira as fotos do baile de carnaval da Upiá.

Este slideshow necessita de JavaScript.

Dias de sol!

Um álbum dos últimos dias na escola. É para inspirar o começo de mais uma semana linda na Upiá. ❤

Olha, que isso aqui tá muito bom
Isso aqui tá bom demais!
Olha, quem tá fora quer entrar
Mas quem tá dentro não sai! 

Este slideshow necessita de JavaScript.