envolvimento da cabeça aos pés

quinta na escola

é oficina com a Gabi

expressão corporal e é

total o envolvimento

maravilha de momento

o movimento sai

pelas mãos

pela cabeça

pelo dedo do pé

o corpo fala e na boca

o sorriso

 

A Oficina de Expressão Corporal acontece às quintas-feiras na Escola Upiá e é desenvolvida pela dançaterapeuta Gabriella Ferreira. A Gabi se inspira no método Maria Fux para elaborar as atividades que desenvolve com as crianças de todas as turmas. As crianças são espontâneas e se divertem com as brincadeiras e movimentos propostos e que surgem durante a oficina.

São belos momentos de dança, afeto e de uma paz incrível. As fotos da nossa estagiária Nathália Gotardo mostram um pouco dos momentos coloridos e alegres com a nossa nova oficineira.

 

Tum Tcha Tcha, oficina de percussão com Jucá!

As quartas-feiras serão de muito som na Upiá.

Tum Tcha Tcha!

Começou na Upiá

A oficina de percussão

Com o Jucá!

Ontem foi o primeiro encontro das crianças com o Jucá e seus instrumentos. Som pra cá, som pra lá, todos atentos ao próximo ruído. Logo a pequena grande banda da Upiá estará batucando com muito ritmo e alegria.

Este slideshow necessita de JavaScript.

Baile de carnaval da Upiá

Abre-alas, Upiá! Estamos na área!
O ano letivo de 2017 começou ao som de samba. Na quinta-feira, dia 02/03, nossa escola organizou um baile de carnaval animadíssimo. Os pequenos dançaram e se divertiram cada um com sua fantasia singular.
A escola esteve aberta para a participação dos pais e familiares. Nossa nutricionista Luciene Crizel preparou uma água fresca com carambolas, laranjas, limão e anis estrelado. Nossa equipe fez uma mesa com frutas no palito, pão fresquinho e pasta de cenoura.
Nosso baile foi divertido! Além da alegria das crianças, nosso pequeno grande evento não gerou resíduos de plástico como copos, colheres ou canudos. Só gerou muitos sorrisos e milhares de confetes pelo chão.
Confira as fotos do baile de carnaval da Upiá.

Este slideshow necessita de JavaScript.

Outubro na Upiá

Outubro, o mês das crianças! Neste álbum mostramos um pouquinho do nosso cotidiano nesses dias ensolarados que tivemos.

A equipe de professoras e professores da escola promoveu  diversas atividades, neste álbum mostramos um pouco de atividades sensoriais, de arte (teve até carimbo com folhas) e leitura de livros, esta última é realizada diariamente em todas as salas. E nossas oficinas, que acontecem de segunda à sexta, deram a pitada a mais de arte, música, linguagem e expressão corporal que fazem o dia-a-dia na escola ainda mais interessante e divertido para as crianças.

Esta semana tivemos contação de histórias como  professor Gabriel, que envolveu as crianças no mundo da imaginação e fantasia. Na segunda tivemos a oficina Vamos Falar! com a fonoaudióloga Fabiana Brauner, que veio conversar com crianças e planejar atividades.

A oficina de Música com Alex Cruz transformou a sala Bem-te-vi em um grande baile. E a oficineira Alexandra colocou todo mundo em movimento, mexe pra cá, mexe pra lá e já temos bailarinas e bailarinos empolgadíssimos em todas as salas.

Confira no nosso álbum as atividades desenvolvidas pela equipe com os pequenos.

Este slideshow necessita de JavaScript.

Visita Kaigang e conversas sobre povos indígenas

Dia 20 de setembro, uma terça-feira, foi o Dia do Gaúcho. Aqui na Escola Upiá conversamos sobre quem é o gaúcho. Somos todos iguais e temos a mesma cultura? A data comemorativa serviu para desencadear atividades relacionadas à história e ao folclore do Rio Grande do Sul durante vários dias na escola. Entre vestimentas como bombachas e alpargatas, roda de chimarrão, comidas típicas e contação de histórias, destacamos aqui as conversas sobre os povos indígenas, que fascinaram as crianças.

A professora Franciele, que é descendente de indígenas, trabalhou música, dança e pintura corporal com as crianças. Com a ajuda da professora Camila, foi uma alegria fazer danças em roda e cantar canções de contemplação à natureza. Tivemos também uma conversa com a nossa diretora Renata, que contou sobre sua experiência trabalhando com os povos indígenas Kulina e Kanamari no Amazonas. Ela trouxe fotografias e explicou para as crianças os costumes daqueles povos, diferentes dos indígenas do Sul do país. Além das imagens, ela mostrou aos alunos uma coleção de animais talhados em madeira, e também livros sobre povos de outros países, como o México.

O ponto alto da nossa semana do gaúcho foi a visita, no dia 19, do sr. Alcir, chefe Kaigang da comunidade estabelecida recentemente no Morro Redondo, próximo a Pelotas. O Sr. Alcir nos contou sobre a cultura de seu povo, sobre como viviam e como vivem hoje estes antigos habitantes dos pampas. As crianças puderam conhecer os artesanatos produzidos pelas famílias Kaigang e ouvir histórias daquele povo. Como retribuição pela visita e por trazer para perto de nós a cultura indígena, nossos alunos produziram cartões pintados com tinta guache com representações da natureza, alguns com terra colada que trouxeram de suas casas ou de lugares onde gostam de estar. O Sr. Alcir agradeceu e ao ver os cartões nos contou da importância de cuidar da terra para o bem-estar de todas as pessoas hoje e no futuro.

slide35

Temos todos a missão de cuidar a terra onde vivemos, Sr. Alcir. Sua presença foi muito importante para nós. Agradecemos imensamente a sua visita e suas palavras inspiradoras para o futuro de nossos alunos.

Saudações da Equipe Upiá  🙂

Este slideshow necessita de JavaScript.